Rebeldes oferecem anistia a quem entregar Gaddafi, vivo ou morto

O Conselho Nacional de Transição dos rebeldes líbios ofereceu nesta quarta-feira anistia a qualquer pessoa do círculo de Muammar Gaddafi que o matar ou capturar.

REUTERS

24 de agosto de 2011 | 10h54

O presidente do Conselho, Mustafa Abdel Jalil, também disse que um empresário de Benghazi, que ele não identificou, se dispôs a pagar uma recompensa de 2 milhões de dinares líbios (1,3 milhão de dólares) pela captura de Gaddafi.

"O Conselho Nacional de Transição anuncia que a qualquer um do círculo próximo dele, que matar Gaddafi ou capturá-lo, a sociedade lhe concederá anistia ou perdão por qualquer crime que tenha cometido", declarou Jalil em entrevista à imprensa.

(Reportagem de Robert Birsel)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAREBELDESANISTIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.