Virginie Nguyen Huang/AP
Virginie Nguyen Huang/AP

Rebeldes sírios dizem que irão atacar aeroporto de Alepo

Opositores ao regime atiraram em avião que se preparava para decolar, 1º ataque direto a um voo civil na revolta

Reuters

21 de dezembro de 2012 | 19h32

BEIRUTE - Rebeldes sírios alertaram nesta sexta-feira, 21, que irão atacar o aeroporto internacional de Alepo, após atirarem em um avião que se preparava para decolar, no primeiro ataque direto a um voo civil na revolta de 21 meses.

O ataque de quinta-feira foi mais um sinal da crescente confiança dos rebeldes que também travam uma ofensiva na província central de Hama, perseguindo uma série de ganhos territoriais para tentar cortar as linhas de abastecimento do Exército e pressionar a capital, Damasco, ao sul.

Um comandante rebelde que se identificou como Khaldoun disse à Reuters por skype que atiradores de elite do Batalhão de Inteligência de Luta Armada, parte da brigada islâmica Jundallah, tinham atingido as rodas de um voo da Síria Airways na quinta-feira. "Aqueles foram tiros de aviso", disse ele, acrescentando que o avião tinha sido incapaz de decolar. "Nós queríamos enviar uma mensagem para o regime de que todos os seus planos --militar e civil-- estão ao nosso alcance"

Não houve menção imediata do incidente na mídia estatal síria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.