Khaled Al-Hariri/Reuters
Khaled Al-Hariri/Reuters

Rebeldes sírios entregam monitores para equipe da ONU

Eles ficaram presos em ataque que matou pelo menos 21 civis

REUTERS

16 Maio 2012 | 09h49

AMÃ/BEIRUTE - Rebeldes sírios entregaram nesta quarta-feira, 16, a membros da ONU seis monitores do cessar-fogo mediado pela Organização das Nações Unidas que ficaram presos em um ataque que matou pelo menos 21 civis, afirmou um comandante dos rebeldes.

Veja também:

linkMilitar brasileiro estava em comboio atacado na Síria

tabela ESPECIAL: Primavera Árabe

"Nós entregamos os seis com seus carros para um comboio da ONU perto da entrada de Khan Sheikhoun. Estão todos seguros, em boa saúde e a caminho de Damasco", disse o comandante do Exército Sírio Livre, Abu Hassan, via telefone por satélite, do local onde deixaram os monitores.

Um material de vídeo divulgado pelo Exército Sírio Livre mostrou o comboio da ONU, incluindo veículos da ONU danificados sendo rebocados por caminhões, partindo do local.

Abu Hassan disse que os monitores, cujos carros foram danificados nos ataque durante um funeral em Khan Sheikhoun na terça-feira, estavam sob proteção dos rebeldes desde então.

Os rebeldes disseram que o ataque foi realizado por forças do governo, enquanto a mídia pró-governo acusou atiradores não identificados.

Mais conteúdo sobre:
Primavera Árabe Síria rebeldes monitores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.