Rebeldes sírios formam brigada contra palestinos pró-Assad

Rebeldes sírios disseram nesta quarta-feira que formaram uma brigada de palestinos aliados em um bairro de Damasco para lutar contra palestinos armados alinhados com o presidente Bashar al-Assad.

Reuters

31 de outubro de 2012 | 11h36

Cerca de 150.000 refugiados palestinos vivem no acampamento Yarmouk na capital síria, uma vasta área de blocos de apartamentos de concreto, onde alguns moradores apoiam o levante de 19 meses contra Assad e outros lutam ao lado de soldados sírios.

"Estamos armando palestinos que estão dispostos a lutar... Nós formamos a Liwa al-Asifah (Brigada de Assalto), que é composta apenas de combatentes palestinos", disse um comandante rebelde da brigada Suqour al-Golan (Falcões de Golã) à Reuters.

"Sua tarefa é estar no comando do campo de Yarmouk. Nós todos a apoiamos e protegemos", acrescentou.

Rebeldes disseram que eles e a nova brigada vão atacar combatentes Yarmouk leais a Ahmed Jibril, chefe da Frente Popular pela Libertação Palestina -- Comando Geral (FPLP-CG), patrocinado pela Síria, acusando os homens de Jibril de assediar moradores do acampamento e atacar combatentes do Exército Livre da Síria (FSA).

Alguns combatentes da FPLP-CG tinham entregado suas armas para os rebeldes, disse o comandante, convocando outros a seguir o exemplo e ameaçando assassinar figuras pró-Assad.

Uma bomba explodiu nesta quarta-feira embaixo do carro de um coronel do Exército sírio em Yarmouk, mas ele não estava no veículo e não houve vítimas, de acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos, que monitora o conflito. Não ficou claro se o incidente estava relacionado com a tensão entre rebeldes sírios e facções palestinas em Yarmouk.

Mais de 180 pessoas foram mortas na Síria na terça-feira, muitos em ataques aéreos do governo, afirmou o Observatório, que estima que pelo menos 32 mil pessoas foram mortas desde março de 2011, quando protestos pacíficos contra o regime de Assad eclodiram.

(Reportagem de Mariam Karouny e Oliver Holmes)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAREBELDESPALESTINOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.