Rebeldes sírios lutam por cidade estratégica na província de Hama

Rebeldes sírios começaram a avançar na quinta-feira em direção a uma cidade estratégica no centro do país, e sitiaram pelo menos uma localidade dominada pela seita minoritária alauíta, do presidente Bashar al Assad, segundo ativistas.

MARIAM KAROUNY E ERIKA SOLOMON, Reuters

20 de dezembro de 2012 | 22h06

A operação dos rebeldes, ligados à maioria sunita, pode inflamar ainda mais as tensões sectárias que permeiam a guerra civil síria, iniciada há 21 meses.

Fontes da oposição disseram que os rebeldes já conquistaram algum território na localidade de Morek, que fica junto à rodovia que liga Damsco, a capital, a Aleppo, maior cidade síria.

Eles cercaram a cidade alauíta de Al Tleisia e planejam capturar a localidade de Maan, porque a presença de tropas do governo nesses dois lugares prejudica o avanço para Morek.

"Foguetes estão sendo disparados de lá , eles estão sendo disparados de Maan e Al Tleisia. Tomamos dois postos de controle no sul da cidade de Morek, e se quisermos controlá-la precisamos capturar Maan", disse um capitão rebelde que pediu anonimato, na zona rural da província de Hama.

Mais conteúdo sobre:
SIRIAHAMALUTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.