Refinaria de Zawiya e campo de petróleo são fechados na Líbia, diz autoridade

A refinaria líbia de Zawiya, que processa 120 mil barris por dia, foi fechada após o setor de armazenamento ter sido danificado por combates entre grupos armados, disse um funcionário do Ministério do Petróleo nesta quinta-feira.

REUTERS

18 de setembro de 2014 | 08h08

O campo de El Sharara, que abastece a refinaria, também permanece fechado, de acordo com Ibrahim al-Awami, chefe do departamento de inspeção e medição no Ministério do Petróleo.

Ele disse não saber quando o campo petrolífero e a refinaria de petróleo voltariam a operar.

Os fechamentos são um grande golpe para o governo, porque a refinaria abastece a capital, Trípoli, e o restante do oeste da Líbia.

O fechamento reduzirá a produção de petróleo da Líbia para cerca de 670 mil barris por dia, tomando como referência a produção nacional de 870 mil bpd informada pela estatal do petróleo, a NOC, no domingo.

(Reportagem de Ulf Laessing)

Mais conteúdo sobre:
LIBIAREFINARIAFECHADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.