Reino Unido coloca Hezbollah na lista de grupos terroristas

Londres afirma que será crime financiar a apoiar braço armado do partido libanês, mas não atividades políticas

Efe,

02 de julho de 2008 | 10h09

O governo do Reino Unido colocou nesta quarta-feira, 2, o braço militar da organização xiita libanesa Hezbollah na lista de grupos terroristas, informou o Ministério do Interior britânico. Assim, será crime no Reino Unido pertencer, financiar e apoiar a milícia, mas as atividades políticas, sociais e humanitárias do grupo não serão afetadas, disse, em comunicado, Tony McNulty, vice-ministro do Interior britânico.   A organização de segurança externa do Hezbollah já estava incluída na lista de grupos terroristas em virtude da lei antiterrorista britânica de 2000, mas foi substituída por uma proibição sobre toda a estrutura militar do grupo xiita.   "O braço militar do Hezbollah oferece um ativo apoio aos militantes no Iraque responsáveis pelos ataques contra as forças da coalizão e os civis iraquianos, inclusive oferecem treinamento no uso de bombas mortais nas estradas", disse McNulty. "Também oferece apoio a grupos terroristas palestinos nos territórios palestinos ocupados, como a Jihad Islâmica palestina", afirmou a nota do vice-ministro.   É por esta razão que o governo britânico tomou esta medida, que envia uma "mensagem clara" de que o Reino Unido condena a violência do Hezbollah. "Continuamos pedindo ao Hezbollah que coloque fim à atividade terrorista e seu apoio ao terrorismo no Iraque e nos territórios palestinos ocupados, que abandone sua qualidade de grupo armado e participe do processo democrático nos mesmos termos que outros partidos políticos libaneses", especifica a nota.

Tudo o que sabemos sobre:
HezbollahReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.