Resultado oficial confirma vitória de Livni em Israel

O partido de centro Kadima, da ministra do Exterior de Israel Tzipi Livni, conseguiu a vantagem de um assento no Parlamento sobre o seu rival de direita Likud, de Benjamin Netanyahu, segundo confirmou o resultado final das eleições israelenses, anunciado nesta quinta-feira. É improvável que o ex-premiê Netanyahu decline na reivindicação que tem feito desde a votação de terça-feira de que ele, e não Livni, deveria ter a chance de formar um governo de coalizão, pois o Parlamento possui uma maioria de direita. O resultado final, no entanto, pôs fim às suas esperanças de que a contagem dos votos dos soldados, nesta quinta-feira, lhe daria vantagem sobre Livni. De acordo com o comitê eleitoral de Israel, o Kadima garantiu 28 assentos e o Likud, 27, nas eleições para as 120 cadeiras do Parlamento. Agora, as atenções se voltam ao presidente Shimon Peres, que terá cerca de duas semanas para decidir qual parlamentar terá a chance de formar um governo. Pela tradição, o líder do maior partido no parlamento. Mas os resultados mostraram que os partidos de direita têm uma pequena maioria sobre o Kadima. (Reportagem de Alastair Macdonald)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.