Reunião entre Irã e AIEA discute enriquecimento de urânio

Iranianos dizem que vão responder a todas as perguntas dos analistas sobre centrífugas

Efe,

30 de outubro de 2007 | 06h33

Analistas iranianos e da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) realizam nesta terça-feira, 30, em Teerã duas reuniões sobre as centrífugas iranianas para o enriquecimento de urânio, informaram fontes oficiais. A delegação da AIEA, chefiada pelo subdiretor da organização, Holli Heinonen, manteve na segunda-feira uma primeira reunião com o assessor do secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional iraniano, Yavad Vaidi. Também participaram o assessor para Assuntos Internacionais da Agência de Energia Atômica do Irã, Mohamad Sayedi, e o representante iraniano na AIEA, Ali Asghar Sultaniyeh. Não houve declarações sobre o resultado das conversas. Mas os iranianos afirmaram que responderão a "todas as perguntas" dos analistas internacionais sobre as centrífugas P1 e P2. O objetivo do Irã é conseguir que sua situação nuclear seja tratada apenas pela AIEA, e não pelo Conselho de Segurança da ONU, para evitar o endurecimento das sanções internacionais. A atual rodada de conversas é a última antes de o diretor da AIEA, Mohamad ElBaradei, apresentar o seu próximo relatório sobre o programa atômico iraniano ao Conselho de Governadores da agência, dia 22 de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAIEAenriquecimento de urânio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.