Reunião sobre metas para criar Palestina termina sem avanços

Líderes palestinos e israelenses se encontram para discutir termos para negociações de paz em novembro

Efe e Reuters,

26 de outubro de 2007 | 13h21

Um encontro de alto escalão para discutir o estabelecimento de metas antes de uma cúpula de paz entre israelenses e palestinos terminou sem avanços nesta sexta-feira, 26. Veja TambémMorrem três palestinos em choques com soldados de Israel Reunidos em Jerusalém, o presidente palestino, Mahmoud Abbas, e o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, sentaram-se civilizadamente para um almoço no qual apontariam os pontos que serão negociados na cidade de Anápolis, nos Estados Unidos, em novembro. O encontro foi convocado pela Casa Branca com o objetivo de acelerar a criação de um Estado palestino. Apesar dos apertos de mãos e tom afável, no encontro "cada parte expressou seus pontos de vista" sobre como deve ser o texto que apontará as metas para a reunião convocada por Washington, disseram fontes palestinas.  Horas antes das conversas em Jerusalém, forças de Israel envolveram-se nos mais intensos confrontos em semanas na Faixa de Gaza, onde o grupo Hamas assumiu o poder em junho. Seis palestinos foram mortos e dois soldados israelenses ficaram feridos. A reunião dos líderes durou cerca de duas horas, e estiveram também presentes negociadores como a chanceler israelense, Tzipi Livni, e o ex-premiê palestino, Ahmed Qurie.

Tudo o que sabemos sobre:
Reunião de pazPalestinaIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.