Riad compra 30 helicópteros para combater Al-Qaeda

Arábia Saudita quer proteger duas instalações, principalmente as petrolíferas

Efe,

28 de abril de 2008 | 06h43

A Arábia Saudita comprou 30 helicópteros dentro do plano de segurança que este país aplica para proteger suas instalações, especialmente as petrolíferas, e combater grupos radicais vinculados à Al-Qaeda. O ministro do Interior, príncipe Naif bin Abdul Aziz, citado nesta segunda-feira pela imprensa local, explicou que alguns desses helicópteros já chegaram ao país e foram utilizados pelas forças de segurança em vários confrontos com grupos terroristas. A Arábia Saudita, o maior produtor e exportador de petróleo do mundo e terra natal de Osama bin Laden, anunciou no ano passado a criação de uma força especial integrada por 35.000 soldados para proteger suas instalações petrolíferas contra as ameaças da Al-Qaeda.

Tudo o que sabemos sobre:
Arábia SauditaAl-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.