Rice e Miliband fazem viagem surpresa ao Afeganistão

Em reunião com o presidente afegão, os visitantes defenderão uma cooperação conjunta

Efe

07 de fevereiro de 2008 | 06h28

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e o ministro de Exteriores britânico, David Miliband, chegaram nesta quinta-feira ao Afeganistão em uma visita não anunciada para se reunir com o presidente afegão, Hamid Karzai, informou à Agência Efe uma fonte do Ministério de Exteriores do país asiático. Está previsto que Rice, Miliband e Karzai discutam as vias de cooperação conjunta e o papel da Otan na luta contra a insurgência talibã. Após o encontro, será oferecida uma entrevista coletiva conjunta, segundo a fonte. Rice e Miliband viajaram juntos a Cabul procedentes de Londres, onde a chefe da diplomacia americana se reuniu com o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown. O Afeganistão centrou as conversas no encontro entre Rice e Brown, que coincidiram na necessidade de que os membros da Otan desdobrem mais tropas no país. A diplomata americana e o premiê britânico pediram que os membros da Aliança Atlântica enviem mais soldados para que o Afeganistão não se transforme em um "estado fracassado" e para que, nas palavras de Brown, "a distribuição da carga seja justa". Londres e Washington tornaram público seu descontentamento com certos membros da Otan que, em sua opinião, deveriam fazer um esforço militar maior no sul do Afeganistão, reduto de rebeldes talibãs. O Reino Unido possui cerca de 5.800 soldados no país dentro da Força de Assistência à Segurança no Afeganistão (Isaf), que tem a participação de 37 nações. Os EUA possuem cerca de 27.000 militares no país, aproximadamente 15.000 na missão da Otan e outros 12.000 sob comando direto de Washington. 

Mais conteúdo sobre:
RicevisitaAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.