Ruptura de cabo deixa Índia e Oriente Médio sem internet

Problema teria sido causado por âncora de navio no porto de Alexandria, no Egito

BBC Brasil,

31 de janeiro de 2008 | 09h23

Diversas regiões da Índia e do Oriente Médio ficaram sem acesso a internet na quarta-feira, 30, devido a problemas em dois cabos submarinos no Mar Mediterrâneo. Segundo especialistas em comunicações, o conserto dos cabos, que estariam localizados entre Alexandria, no Egito, e Palermo, na Sicília, pode levar até uma semana. As causas do rompimento dos cabos e sua localização exata não foram divulgadas, mas há informações de que o problema teria sido causado pela âncora de um navio perto do porto de Alexandria. O problema afetou 70% do serviço de internet no Egito e 60% na Índia. Também foram registrados problemas nos Emirados Árabes Unidos, na Arábia Saudita e no Kuwait. Em Dubai, pelo menos dois provedores de acesso a internet foram afetados. Também houve problemas com chamadas telefônicas internacionais. Empresas britânicas como a British Airways disseram à BBC que os call centers (centrais de atendimento a clientes por telefone) foram afetados. O Ministério das Telecomunicações do Egito afirmou que é provável que a normalização dos serviços de internet no país demore vários dias. Os cabos submarinos são operados pela FLAG Telecom, que opera o cabo Fiber-Optic Link Around the Globe (FLAG), de 28 mil quilômetros, e pelo SEA-ME-WE 4, um sistema de cabos submarinos que liga o Sudeste Asiático à Europa, passando pela Índia e pelo Oriente Médio.

Tudo o que sabemos sobre:
internetOriente MédioÍndia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.