Rússia permite rota para o Afeganistão aos Estados Unidos

A Rússia vai dar permissão ao presidente Barack Obama na próxima semana para transportar armas norte-americanas via mar ou pelo espaço aéreo russo para o Afeganistão, fontes dos dois países afirmaram à Reuters no sábado.

REUTERS

04 de julho de 2009 | 17h00

O acordo para o trânsito de armamentos vai abrir um importante corredor para os Estados Unidos, que está intensificando sua ofensiva no Afeganistão contra o Taliban com o envio de mais tropas para o país. As rotas via Paquistão foram atacadas por militantes.

Esse vai ser um dos principais acordos assinados por Obama no encontro em Moscou na próxima semana com o presidente russo Dmitry Medvedev, segundo fontes.

"O acordo vai incluir o trânsito de todos os materiais norte-americanos, incluindo os militares (para o Afeganistão)", disse a fonte do Kremlin à Reuters.

Uma fonte norte-americana confirmou que o acordo será assinado e afirmou que ele irá marcar o progresso na cooperação no Afeganistão, que a Rússia considera uma área-chave para os dois inimigos da Guerra Fria refazerem os laços.

Medvedev declarou repetidamente estar pronto para ampliar sua cooperação com a coalizão liderada pelos EUA e forças da Otan no Afeganistão, embora Moscou tenha afirmado que não vai enviar suas tropas ao país.

A Rússia já havia garantido aos EUA o direito de transportar produtos "não-letais", como alimentos, por seu território para o Afeganistão.

Moscou também permitiu aos membros da Otan Alemanha, França e Espanha usar seu território para carregamentos militares para o Afeganistão.

(Reportagem de Oleg Shchedrov e Guy Faulconbridge)

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOEUARUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.