Lionel Bonaventure/AP
Lionel Bonaventure/AP

Sarkozy teria dito a Obama que não aguenta mais Netanyahu

Repórter da Reuters afirma que comentário foi feito na semana passada durante uma conversa reservada na cúpula do G20, em Cannes

REUTERS

08 de novembro de 2011 | 08h58

PARIS - O presidente da França, Nicolas Sarkozy, teria dito na semana passada ao seu colega norte-americano, Barack Obama, que está farto de lidar com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, a quem considera um mentiroso.

O comentário, que teria sido feito na semana passada durante uma conversa reservada na cúpula do G20, em Cannes, foi ouvido por um pequeno grupo de jornalistas, e só agora veio à tona.

"Não suporto o Netanyahu, ele é um mentiroso", teria dito Sarkozy a Obama, que criticava o presidente francês pelo apoio à adesão palestina à Unesco (agência da ONU para a cultura).

Um repórter da Reuters estava entre os jornalistas presentes e confirmou a veracidade das declarações, divulgadas na terça-feira, 8, por um site francês.

De acordo com o site, Obama disse que, mesmo que Sarkozy esteja farto do líder israelense, é preciso lidar com ele regularmente, segundo a tradução oferecida por um intérprete francês durante a franca conversa em Cannes.

Contrariando a posição dos EUA, a França votou favoravelmente na semana passada à adesão palestina na Unesco, mas disse que irá se abster com relação ao pedido de participação plena da Autoridade Palestina na ONU. Washington e Paris dizem que palestinos e israelenses deveriam retomar o seu processo de paz.

(Por Brian Love)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDSARKOZYNETANYAHU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.