Se Israel atacar, países da região revidarão, diz Ahmadinejad

Presidente iraniano alertou nações vizinhas a ficarem atentas caso Estado judeu 'volte a cometer erros'

Efe,

23 de fevereiro de 2010 | 12h32

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou nesta terça-feira, 23, que os países da região acabarão com Israel se o Estado judeu der início a uma ação militar contra as nações vizinhas.

 

Veja também:

linkIrã responderá 'duramente' a qualquer ataque, diz vice-ministro

 

Segundo a agência semi-oficial iraniana Fars, Ahmadinejad fez esta declaração durante um discurso que ofereceu diante de um grupo em Biryand da província iraniana de Khorasan no leste do Irã.

 

Na opinião do líder iraniano, alguns países estão provocando Israel para que ataquem aos seus vizinhos. "Mantive contatos com os líderes dos países vizinhos do regime sionista e os adverti para ficarem atentos", afirmou.

 

Além disso, Ahmadinejad disse que "insistiu aos líderes destes países a estarem preparados para acabar com o regime sionista em caso que este volte a cometer erros". "Se o regime cometer algo contra a Jordânia, Síria, Líbano, Egito, Palestina ou contra outros países da região, os povos da região acabaram com este odiado regime", acrescentou.

 

Visita à Síria

 

Ahmadinejad viajará à Síria nesta semana para conversar com os líderes do país sobre as tensões com Israel e as nações árabes vizinhas e sobre as tentativas do governo americano de minar as relações entre Damasco e Teerã.

 

A agência estatal síria e fontes do governo palestino confirmaram a chegada de Ahmadinejad em Damasco na quinta-feira. Participação da reunião líderes dos grupos militantes Hamas e Hezbollah.

 

Israel comumente critica o regime iraniano e apoia as resoluções internacionais contra a República Islâmica por conta do programa nuclear. O governo do Estado judeu considera o Irã a maior ameaça no Oriente Médio e por isso faz campanha contra o país, que o Ocidente acredita manter o enriquecimento de urânio para a fabricação de armas nucleares.

Tudo o que sabemos sobre:
AhmadinejadIrãIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.