Secretário de Defesa dos EUA faz visita ao Iraque

Reunião com premiê iraquiano foi cancelada devido à convocação do Conselho de Representantes

Associated Press,

10 de dezembro de 2009 | 16h25

O secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, chegou ao Iraque nesta quinta-feira, 10, para uma visita onde se encontrará com autoridades do país. É a segunda etapa da viagem de Gates por dois países em que os EUA estão em guerra, após ele passar pelo Afeganistão.

 

A visita de Gates ocorre em uma semana na qual ataques coordenados em Bagdá mataram 127 pessoas e deixaram mais de 500 feridos. Um braço da Al-Qaeda no Iraque reivindicou a autoria dos atentados e advertiu que deve haver mais ataques contra o governo iraquiano.

 

Uma reunião de Gates com o primeiro-ministro Nouri al-Maliki estava prevista para esta quinta, mas foi cancelada devido à convocação do líder iraquiano por parte do Conselho de Representantes para debater os atentados, que o Pentágono qualificou como "abomináveis" e eram 'um sinal de desespero dos insurgentes".

 

Os militares dos EUA advertiram que os insurgentes provavelmente continuarão com ataques contra importantes alvos, em uma tentativa de desestabilizar o governo iraquiano, antes das eleições parlamentares marcadas para 7 de março.

 

O secretário de Defesa viajou para o Iraque de Cabul, após uma visita de três dias ao Afeganistão, onde ele se encontrou com tropas dos EUA e líderes afegãos, entre eles o presidente Hamid Karzai.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueGatesEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.