Seis soldados morrem em ataques 'internos' no Afeganistão

Quatro soldados combatendo com a aliança liderada pela Otan foram mortos em outro ataque "interno" no sul do Afeganistão neste domingo, disse a coalizão, elevando para seis o total de mortos no final de semana por causa de afegãos que se voltaram contra seus aliados.

JESSICA DONATI, Reuters

16 de setembro de 2012 | 10h09

Quatro soldados liderados pela Otan foram encontrados mortos e dois feridos quando uma equipe de resposta nas redondezas chegou ao local vindo de um posto de controle vizinho, disse um porta-voz da coalizão.

Um dos seis integrantes da Polícia Nacional Afegã (ANP) que operavam o posto de observação com seis soldados da coalizão também foi encontrado morto, enquanto os outros cinco desapareceram.

"A luta tinha cessado quando a equipe de resposta chegou", disse o major Adam Wojack, porta-voz da coalizão liderada pela Otan.

O tiroteio de domingo aconteceu em Zabol, uma província onde as forças norte-americanas estão baseadas, segundo uma autoridade local, que disse que os quatro soldados mortos eram norte-americanos.

O ataque aconteceu um dia depois de dois soldados britânicos terem sido mortos por um policial afegão enquanto retornavam de uma patrulha na província de Helmand, um dos baluartes da insurgência liderada pelo Taliban.

Ampliando o número de mortos da coalizão devido a ataques internos no final da semana, dois foram mortos e nove feridos no ataque de sexta-feira a Camp Bastion, um dos piores ataques em uma base operada pela Otan em todo o ano.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOATAQUES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.