Sem saber da gravidez, soldada britânica dá à luz no Afeganistão

Uma soldada britânica que não sabia que estava grávida deu à luz um menino no hospital do acampamento de Camp Bastion, no Afeganistão.

Reuters

20 de setembro de 2012 | 12h30

O Ministério da Defesa britânico(MOD), em Londres, disse que a mãe e o bebê estão em condições estáveis ??e um especialista em "equipe de resgate pediátrica" ??seria enviado da Grã-Bretanha para cuidar deles durante o longo voo de retorno ao país.

"Não faz parte da política militar alocar mulheres em serviço em operações se estiverem grávidas. Neste caso, o MOD não tinha conhecimento da gravidez dela", disse o ministério.

O jornal Daily Mail, que foi o primeiro a noticiar o nascimento, disse que a própria mulher não tinha conhecimento da gravidez.

Segundo o Mail, a atiradora da Artilharia Real havia concebido antes do início de seu período de seis meses no Afeganistão. Seu treinamento pré-alocação incluiu uma marcha de 13 quilômetros e uma corrida de 8 quilômetros. Seu trabalho no campo envolvia oferecer cobertura na artilharia para tropas de combate a insurgentes.

Ela foi levada para o hospital de campo depois de reclamar de dores no estômago e foi informada pelos médicos de que estava prestes a dar à luz, relatou o Mail, citando fontes militares.

"Esta é uma ocorrência única, mas minha equipe é bem treinada para lidar com o inesperado e eles se adaptaram de forma brilhante a esta situação", disse o tenente-coronel Andrea Lewis, comandante do hospital de campanha, citado pelo jornal britânico.

"Tenho o prazer de informar que a mãe e o bebê estão bem e estamos todos muito satisfeitos com o resultado."

(Reportagem de Estelle Shirbon)

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOSOLDADAGRAVIDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.