Série de ataques no Iraque mata pelo menos 32

Explosões de bombas e tiroteios mataram neste domingo mais de 32 pessoas no Iraque, realçando a dura batalha do governo contra uma resoluta insurgência mais de nove meses depois da retirada das tropas norte-americanas.

KAREEM RAHEEM, Reuters

30 de setembro de 2012 | 10h14

Em Taji, localizada 20 quilômetros ao norte da capital Bagdá, três carros-bomba explodiram separadamente, matando 11 pessoas e ferindo 24, incluindo vários policiais.

Taji abriga uma das maiores bases aéreas do Iraque, mas as explosões atingiram regiões civis.

"Um carro-bomba entrou em uma área e ninguém notou. Por que isso aconteceu? Todas as casas foram destruídas", disse Khadiar Abas, dono de uma das casas danificadas.

Em Bagdá, um carro-bomba detonado por um suicida e dois carros-bomba estacionados explodiram, matando oito pessoas, incluindo um policial, e ferindo 11.

Outra explosão atingiu um ônibus que levava peregrinos iranianos, na cidade de Madaen, cerca de 30 quilômetros ao sudeste de Bagdá. Dois transeuntes morreram e dez pessoas ficaram feridas, inclusive sete iranianos.

Também houve a explosão de um suicida em um carro na cidade de Kut, 150 quilômetros ao sudeste de Bagdá. Quatro policiais morreram, segundo a polícia e autoridades locais.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pela série de ataques, mas uma afiliada da Al Qaeda e outros grupos sunitas realizaram pelo menos um grande ataque por mês desde a saída das tropas norte-americanas, em dezembro.

Outros dois policiais morreram na explosão de um carro-bomba em Balad Ruz, 90 quilômetros ao nordeste de Bagdá. Também houve uma morte em Mosul.

A violência no Iraque diminuiu desde seu auge, em 2006 e 2007, mas islâmicos sunitas ainda tentam minar o governo liderado por xiitas.

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDIRAQUEATAQUES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.