Shimon Peres encerra hoje contatos para formação de governo

Presidente avalia qual dos dois políticos israelenses, Netanyahu ou Livni, conta com mais apoio parlamentar

Efe,

19 de fevereiro de 2009 | 06h20

O presidente de Israel, Shimon Peres, completará nesta quinta-feira, 19, a rodada de contatos com os líderes dos diferentes partidos políticos do país, como um passo prévio para dar a tarefa de formar um novo governo ao candidato com maior apoio parlamentar. Esta manhã, o chefe de Estado israelense se reuniu com os representantes parlamentares do Pacto Nacional Democrático (PND), um pequeno partido árabe que já anunciou que não faria nenhuma recomendação sobre preferência para o cargo de primeiro-ministro. Também não recomendarão candidatos os outros dois partidos árabes, Hadash e Ra'am-Ta'al, assim como o Partido Trabalhista e o pacifista Meretz, que receberão o presidente à tarde. O objetivo dos encontros é avaliar qual dos dois políticos, após as eleições de 10 de fevereiro, o líder do direitista Likud, Benjamin Netanyahu, ou a dirigente do centrista Kadima, Tzipi Livni, conta com mais apoio parlamentar. Uma vez entregue a tarefa de formar governo, o candidato escolhido disporá de quatro semanas para montar uma coalizão, prorrogáveis por mais duas se necessário.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelBenjamin NetanyahuTzipi Livni

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.