Síria diz que espiões ocidentais querem discutir segurança

Os serviços de inteligência de alguns países ocidentais que se opõem ao governo de Bashar al Assad visitaram a Síria para discutir uma cooperação com o regime local, disse o vice-chanceler sírio em uma entrevista transmitida na quarta-feira.

Reuters

15 de janeiro de 2014 | 10h51

"Não vou especificar (os países), mas muitos deles já visitaram Damasco, sim", disse Faisal Mekdad à BBC.

Segundo ele, esses contatos parecem expor uma divisão entre políticos e órgãos de segurança em alguns países que se opõem ao regime de Assad.

Muitos governos ocidentais apoiam verbalmente os grupos envolvidos na guerra civil contra Assad, que já dura três anos, mas evitam oferecer ajuda material, pois cada vez mais temem que a Al Qaeda explore um eventual vácuo de poder.

"Francamente falando, o espírito mudou", acrescentou Mekdad. "Quando esses países nos pedem cooperação na segurança, me parece que há um cisma entre as lideranças políticas e de segurança."

(Reportagem de William Maclean e Rania El Gamal)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAESPIOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.