Síria rejeita pedido isralense de corte nas relações com Irã

Medida era uma das condições para o fechamento de um acordo de paz entre os dois países

Agência Estado e Associated Press,

24 de maio de 2008 | 18h28

A Síria rejeitou a demanda de Israel de que corte suas relações com o Irã e com grupos militantes árabes como condição para o fechamento de um acordo de paz entre ambos países, informou um jornal estatal neste sábado, 24. A declaração demonstra as dificuldades das negociações entre Israel e Síria, retomadas na quarta-feira após oito anos de interrupção.  Veja também:Terminam negociações de paz entre Israel e Síria na Turquia O ministro de Relações Exteriores de Israel, Tzipi Livni, afirmou quinta-feira que a Síria deveria interromper seu apoio ao Hamas e ao Hezbollah e cortar relações com o Irã se pretende chegar a um acordo. Em editorial divulgado este sábado no Tishrin, que reflete a política do governo, disse que Israel não pode estabelecer as condições antes do inicio das negociações. "Damasco não quer pré condições, as quais colocariam o carro antes do cavalo. (Damasco) não faz barganhas com suas relações com outros países ou pessoas", diz o editorial.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelSíriaIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.