Soldado dos EUA morre e quatro ficam feridos no Iraque

Já são mais de 2.780 os militares americanos que perderam a vida no Iraque desde a invasão do país

EFE

16 de setembro de 2007 | 06h19

Um soldado americano morreu e quatro ficaram feridos na explosão de uma bomba no Iraque, anunciou neste domingo o comando militar americano, que não informou o local do incidente. A explosão ocorreu na sexta-feira durante a passagem de um comboio do Exército americano no qual viajavam as vítimas, acrescentou o comando, que não forneceu mais detalhes sobre o ataque. Ainda na sexta-feira, outros quatro militares americanos perderam a vida em uma explosão que ocorreu em circunstâncias parecidas na província de Diyala, ao nordeste de Bagdá, segundo informou no sábado o comando militar. Com a morte anunciada neste domingo, já são mais de 2.780 os uniformizados americanos que perderam a vida no Iraque desde que começou, em março de 2003, a invasão e posterior ocupação do país por tropas multinacionais lideradas pelos EUA. Em outro incidente, pelo menos seis pessoas morreram neste domingo e outras onze ficaram feridas na explosão de uma "moto-bomba" nas proximidades de uma cafeteria no centro de Tuz Khormato, 70 quilômetros ao sul de Kirkuk, no norte do Iraque, segundo fontes policiais. As fontes explicaram que alguns dos feridos, que foram transferidos ao hospital geral de Tuz Khormato, encontram-se em estado grave, por isso não descartaram que o número de mortos possa aumentar.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.