Soldado israelense morre em emboscada na fronteira com Gaza

Jihad Islâmica assume autoria do ataque contra carro do Exército que patrulhava a região

Agência Estado e Associated Press,

06 de março de 2008 | 09h18

Um soldado israelense morreu e três ficaram feridos nesta quinta-feira, 6, quando rebeldes palestinos promoveram uma emboscada contra um jipe militar israelense que patrulhava a fronteira com a Faixa de Gaza e depois atacaram a equipe de resgate que foi ao local socorrer as vítimas. A emboscada aumenta o risco de uma nova escalada de violência em Gaza apenas dois dias depois de Israel ter encerrado uma incursão na qual mais de 120 palestinos morreram, civis em sua maioria.   Pouco depois do ataque, oficiais do alto escalão do Exército de Israel iniciaram uma reunião emergencial para decidir uma resposta, informaram fontes militares.   Testemunhas palestinas disseram ter ouvido uma potente explosão no momento em que o jipe passava pelo local, no lado israelense da fronteira fortificada nas proximidades do entroncamento de Kissufim, região central de Gaza. Outros veículos militares, inclusive um helicóptero, foram então ao local prestar socorro aos feridos, mas também foram atacados, informaram as testemunhas.   A Jihad Islâmica, que costuma atacar alvos militares israelenses, assumiu a autoria da emboscada. Mas o braço armado do Hamas informou que alguns de seus ativistas também participaram da ação.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGazapalestinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.