Soldado israelense pode ter sido morto em emboscada, diz braço do Hamas

O braço armado do Hamas na Faixa de Gaza disse no sábado (horário local) que não tinha uma indicação clara sobre o paradeiro de um soldado israelense que, segundo Israel, o grupo islâmico teria sequestrado, acrescentando que ele pode ter sido morto durante uma emboscada.

REUTERS

01 de agosto de 2014 | 21h03

Em declaração, o grupo disse que não tinha contato com militantes que estavam operando no sul da Faixa de Gaza, onde Israel disse que o segundo-tenente Hadar Goldin, de 23 anos, desapareceu nesta sexta-feira. O movimento teme que todos tenham sido mortos.

"Nós perdemos o contato com o grupo de combatentes que participaram da emboscada e acreditamos que eles foram todos mortos no bombardeio (de Israel). Assumindo que eles conseguiram capturar o soldado durante o combate, avaliamos que ele também foi morto na incidente", disse o comunicado.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDHAMASSOLDADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.