Parwiz/Reuters
Parwiz/Reuters

Suicidas do Taleban matam 5 policiais afegãos durante visita de Kerry

Ataque durou três horas e atingiu o complexo da polícia em Jalalabad, maior cidade do leste do país

Reuters

26 de março de 2013 | 07h18

JALALABAD - Homens-bomba do Taleban mataram ao menos cinco policiais no leste rebelde do Afeganistão nesta terça-feira, 26, disseram autoridades, em um ataque que coincidiu com a visita ao país do secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

O ataque, com três horas de duração, foi realizado antes do amanhecer em um complexo da polícia em Jalalabad, a maior cidade do leste do Afeganistão. O incidente marcou o início da temporada de combates da primavera, no 11º ano da guerra.

Um dos agressores detonou um carro carregado de explosivos na entrada do composto Polícia Nacional Afegã, numa tentativa de abrir caminho para outros invadirem o local, disse o chefe da polícia provincial, Amin Sharif. "Três homens-bomba acionaram seus coletes explosivos e cinco foram mortos a tiros", disse ele à Reuters, acrescentando que cinco policiais foram mortos e quatro ficaram feridos.

Amin disse que os agressores estavam armados com lança-granadas e metralhadoras leves, provocando uma batalha de três horas com as forças de segurança afegãs. Seis civis ficaram feridos.

Kerry estava em Cabul para discutir a transferência da segurança para as forças afegãs, enquanto a maioria das tropas de combate lideradas pela Otan se prepara para deixar o país até o final do próximo ano.

O porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, reivindicou a responsabilidade pelo ataque em uma mensagem de texto.

Mais conteúdo sobre:
AfeganistãoTalebanJohn Kerry

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.