Taleban convoca boicote ao 2º turno das eleições afegãs

Comunicado pede à população que não participe de processo dirigido por americanos e estrangeiros

Efe

24 de outubro de 2009 | 06h09

O Taleban convocou neste sábado um boicote violento ao segundo turno das eleições presidenciais do Afeganistão que será realizada no próximo dia 7 de novembro. Em comunicado enviado por e-mail aos meios de comunicação, o Taleban pede ao povo afegão "não participar deste processo dirigido pelos norte-americanos e estrangeiros".

 

Veja também:

linkAfeganistão é o maior desafio da história da Otan, diz secretário

linkApós fraude, Afeganistão começa a preparar segundo turno

especialEspecial: 30 anos de violência e caos no Afeganistão

"Todos os mujahedins deveriam se mobilizar-se para fazer fracassar este processo, lançar ataques contra os centros do inimigo e impedir que o povo vá às urnas", disse o Taleban. No comunicado, os insurgentes advertiram que "os que acabem feridos pelos mujahedins" por estarem participando das eleições são responsáveis pelos atos".

A campanha para o segundo turno das eleições em que o atual presidente, Hamid Karzai, enfrenta o ex-ministro de Assuntos Exteriores Abdullah Abdullah, começa ao meio-dia deste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.