Taliban ataca hotel e mantém reféns em balneário no Afeganistão

Um grupo de talibans afegãos, alguns deles armados com granadas e armas pesadas, atacou um hotel no popular balneário do lago Qargha, nas proximidades de Cabul, no Afeganistão, gerando um confronto no início da noite, disse na sexta-feira (horário local) a polícia afegã.

REUTERS

21 de junho de 2012 | 21h08

Os militantes mantinham dentro do hotel vários reféns, incluindo mulheres e crianças, e algumas pessoas foram mortas, informou a polícia.

"Seria muito fácil para a polícia matá-los, mas temos medo porque há civis, incluindo mulheres e crianças, presos lá dentro. Estamos esperando a luz do dia", disse o general Mohammad Zahir, chefe da unidade investigativa da polícia de Cabul.

"De acordo com a informação que temos, eles martirizaram alguns deles", ele disse, o que significa que alguns civis foram mortos.

Os talibans afegãos assumiram a responsabilidade do ataque, dizendo que afegãos ricos e estrangeiros usam o hotel, a 10 quilômetros do centro de Cabul, para "festas selvagens" na véspera das festividades religiosas de sexta-feira.

(Reportagem de Mirwais Harooni e Hamid Shalizi)

Mais conteúdo sobre:
AFEGANISTAOTALIBANATACA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.