Leonhard Foeger/Reuters
Leonhard Foeger/Reuters

Termina sem acordo reunião do Irã com agência nuclear da ONU

AIEA não conseguiu investigar supostas pesquisas do país para construir uma bomba atômica

Reuters

18 de janeiro de 2013 | 07h36

VIENA - Inspetores da agência nuclear da ONU retornaram do Irã nesta sexta-feira, 18, sem conseguir um acordo para investigar as supostas pesquisas do país para construir uma bomba atômica, disseram eles após dois dias de conversas em Teerã.

Herman Nackaerts, vice-diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), disse que os inspetores do órgão não conseguiram obter acesso à base militar onde acredita-se que o Irã realizou trabalhos relacionados a armas atômicas, e que uma nova reunião foi marcada para 12 de fevereiro.

A falta de um acordo representa mais uma derrota para as potências ocidentais nos esforços diplomáticos para investigar o programa nuclear iraniano, e mantém o risco de uma nova guerra no Oriente Médio.

A AIEA, cuja missão é prevenir a expansão das armas nucleares, busca há anos negociar uma chamada abordagem estrutural com o Irã que de aos inspetores do órgão acesso a locais, autoridades e documentos iranianos. No centro da preocupação da AIEA está o complexo militar de Parchin, a sudeste de Teerã, onde a agência acredita que o Irã realizou testes com explosivos relevantes para o desenvolvimento de armas, algo que o Irã nega.

"Tivemos dois dias de discussões intensivas. As diferenças permanecem, então não pudemos finalizar nossa abordagem estrutural para resolver as questões pendentes sobre a possível dimensão militar do programa nuclear iraniano", disse Nackaerts a repórteres no aeroporto de Viena.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAIEAprograma nuclearONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.