Terremoto deixa 170 feridos no Irã

Com magnitude de 5,7 graus na escala Richter, tremor danificou várias propriedades rurais

Efe,

31 de julho de 2010 | 05h58

TEERÃ - Um terremoto de magnitude 5,7 na escala Richter atingiu a região nordeste do Irã e deixou pelo menos 170 pessoas feridas na sexta-feira, 30.

O terremoto, que atingiu as localidades de Torbat Heydarie e Zave, na província de Khorasan Razavi, não causou mortes, mas, além dos feridos, ocasionou graves danos materiais, segundo o diretor do escritório contra crises da província, Javad Erfanian.

Segundo declarações de Erfanian à agência Irna, dos 170 feridos, 13 foram levados para um hospital próximo e dois estão em situação grave.

Ainda de acordo com o diretor, o terremoto causou danos em várias propriedades rurais, e ocasionou a interrupção do fornecimento de eletricidade e de telecomunicações em Torbat Heydarie.

O abalo aconteceu às 20h18 de sexta-feira pelo horário local(13h48 em Brasília), e seu epicentro estava em Torbat Heydarie, mas foi sentido em outras localidades da província, como Khalil Abade, Kashmar, Khaf, Bardskan, Rashtkhar, Gonabad e Mashhad.

O terremoto de maior magnitude registrado no Irã nos últimos anos foi o que arrasou a cidade histórica de Bam, no sudeste do país, em 2003.

Com magnitude 6,3 na escala Richter, este matou 31 mil pessoas, um quarto da população da cidade medieval, que ficou 70% destruída.

Tudo o que sabemos sobre:
Irã, terremoto, Richter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.