Terremoto perto de usina nuclear no Irã deixa 30 mortos

Trinta pessoas morreram e 800 ficaram feridas em consequência de um forte terremoto que devastou pequenas vilas no sul do Irã, nesta terça-feira, próximo à única usina nuclear do país, informou a mídia estatal.

YEGANEH TORBATI E MARCUS GEORGE, Reuters

09 de abril de 2013 | 15h04

O terremoto de magnitude 6,3 destruiu totalmente uma vila, disse um funcionário do Crescente Vermelho à Agência de Notícias Estudantil Iraniana (Isna), mas a usina nuclear próxima à cidade portuária de Bushehr não foi danificada, de acordo com um político local e a empresa russa que a construiu.

"Até agora, o terremoto deixou 30 mortos e 800 feridos", disse Fereydoun Hassanvand, governador da província de Bushehr, de acordo com a Isna.

Muitas casas em áreas rurais da província são feitas de tijolos de barro, que facilmente podem ruir em um terremoto.

Do outro lado do Golfo, escritórios em Catar e Barein foram retirados após o terremoto, cujo epicentro foi a 89 km a sudeste do porto de Bushehr, de acordo com o Serviço Geológico dos EUA. O tremor no início da tarde também foi sentido no centro financeiro de Dubai.

A companhia russa que construiu a usina nuclear, a 18 km ao sul de Bushehr, disse que o terremoto foi sentido lá, mas que as operações na planta não foram afetadas.

"O terremoto de forma alguma afetou a situação normal do reator. Funcionários continuam a trabalhar em regime normal e os níveis de radiação estão totalmente dentro da norma", disse a agência de notícias estatal russa RIA, citando um funcionário da Atomstroyexport.

Uma moradora de Bushehr disse que sua casa e as casas de seus vizinhos foram abaladas pelo terremoto, mas não danificadas.

"Pudemos sentir claramente o terremoto", disse Nikoo, que pediu para ser identificada apenas pelo primeiro nome, à Reuters por telefone. "Todas as janelas e lustres tremeram".

A TV estatal não deu detalhes sobre as três vítimas. Milhares de pessoas vivem nas duas aldeias próximas à usina nuclear.

Tudo o que sabemos sobre:
IRATERREMOTOCIDADENUCLEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.