Arte/ estadao.com.br
Arte/ estadao.com.br

Terremotos no Afeganistão matam ao menos 22 pessoas

Dois tremores de 5,5 e 5,1 graus destruíram cerca de 200 casas; 30 pessoas ficaram feridas

Agências internacionais,

17 de abril de 2009 | 07h48

Dois terremotos deixaram pelo menos 22 pessoas mortas e 30 feridas, além de destruírem mais de 200 de casas nesta sexta-feira, 17, na parte oriental da Afeganistão, disseram as autoridades locais. Os tremores atingiram o distrito de Khogyani, na província de Nangarhar, próxima à fronteira do Paquistão. Equipes de resgate realizam buscas por sobreviventes soterrados sob os escombros das casas.

 

Veja também:

lista Cronologia: Piores tremores dos últimos anos

especialEntenda como acontecem os terremotos

 

Um terremoto de magnitude 5,5 na escala Richter foi sentido, à 1h57, no horário local (18h27 de quinta, em Brasília), a 85 quilômetros a sudeste de Cabul e 140 quilômetros a oeste da cidade paquistanesa de Peshawar, de acordo o USGS. O tremor ocorreu a uma profundidade de oito quilômetros. O sismo foi seguido por outro tremor de magnitude 5,1, duas horas mais tarde, a uma profundidade de apenas três quilômetros.

Moradores do vilarejo de Mir Gadkhel disseram que dezenas de pessoas morreram lá. Um cinegrafista da Reuters viu cerca de 10 corpos em outro vilarejo próximo, Sar Kot. "Três membros da minha família morreram e sete estão feridos. Acho que morreram umas 40 pessoas. Centenas de casas foram destruídas", disse Gul Mohammad, morador de Mir Gadkhel, a 45 quilômetros da cidade afegã de Jalalabad.

 

No local, um pai chorava sobre os corpos de uma filha e dois filhos. Perto dali, estavam os corpos de um homem e de duas mulheres. "Eu estava dormindo quando o terremoto aconteceu. Nós saímos um pouco e depois voltamos para casa. Então teve outro terremoto que foi muito forte. O teto caiu e matou meu irmão e seus dois filhos", disse o menino Amrullah, um meio a lágrimas. 

 

Segundo o U.S. Geological Survey (USGS - órgão de pesquisa geológica americano), os terremotos atingiram a região de Hindu Kush na fronteira do Afeganistão com o Paquistão. O norte do Afeganistão e o Paquistão são frequentemente atingidos por terremotos, especialmente em torno do Hindu Kush - faixa próxima à colisão das placas tectônicas eurasiáticas e indianas.

 

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.