Tiro acerta cinegrafista da Reuters TV na Síria

Um cinegrafista da Reuters TV levou um tiro na perna enquanto trabalhava nesta segunda-feira na linha de frente dos combates em Aleppo, no norte da Síria.

Reuters

31 de dezembro de 2012 | 18h38

O líbio Ayman al-Sahili, que trabalha para a equipe multimídia da Reuters, foi atingido por um tiro de rifle disparado a certa distância. Ele recebeu cuidados médicos na própria Síria e foi levado para a fronteira com a Turquia.

O cinegrafista não corre risco de morrer.

A ambulância que transportava Sahili para a Turquia teve que desviar de um bombardeio aéreo em Aleppo e precisou se esconder num beco até poder prosseguir viagem em segurança.

(Por Peter Graff)

Mais conteúdo sobre:
SIRIATIROREUTERS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.