Reuters
Reuters

Três bombas atingem Ministério do Interior em Damasco, diz TV

Emissora estatal afirma que houve mortes, mas não divulgou o número de vítimas

Reuters

12 de dezembro de 2012 | 15h00

BEIRUTE - Um carro-bomba e outros dois explosivos atingiram o portão principal do Ministério do Interior sírio, em Damasco, nesta quarta-feira, 12, causando algumas mortes, informou a TV estatal. Não foi divulgado o número de vítimas.

A emissora de televisão do Líbano al-Manar, que apoia o grupo Hezbollah, disse que quatro pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas nas explosões.

O ministério fica em Kafar Souseh, uma área da capital síria que faz fronteira com a praça Ummayad, no centro, e é disputada entre rebeldes e forças leais ao presidente Bashar Assad. Uma moradora afirmou que ouviu sirenes e tiros depois de uma "enorme explosão".

Os rebeldes conseguiram alguns ganhos nos arredores de Damasco recentemente, mas contaram com ataques e bombas no centro da cidade, muitas vezes em prédios públicos ou áreas de segurança leais a Assad, como Jaramana, onde bombas mataram 34 pessoas em novembro.

Um ataque a bomba em 18 de julho, que matou quatro dos assessores mais próximos de Assad, incluindo seu temido cunhado Assef Shawkat, foi logo seguido por um avanço de insurgentes, que mais tarde tiveram que recuar na cidade.

Pelo menos 40 mil pessoas foram mortas no conflito na Síria, que começou em março de 2011 com protestos de rua, recebidos com tiros pelas forças de segurança de Assad, e tornou-se o mais duradouro e destrutivo das revoltas árabes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.