Três civis e sete insurgentes morrem em incidentes no Iraque

Um bombardeio ocasionou a morte dos civis; Forças de segurança confirmam morte de rebeldes

Efe

13 de agosto de 2007 | 05h11

Três civis e sete insurgentes morreram num ataque com bombas e em enfrentamentos com as forças de segurança em vários pontos do Iraque no domingo, 12, informaram fontes policiais As fontes explicaram que os civis perderam a vida num bombardeio no bairro de Al-Qahira, uma zona residencial no norte de Bagdá.   No ataque, ficaram feridas outras 15 pessoas. Casas e veículos foram atingidos e danificados pelos projéteis.   Em comunicado emitido no domingo à noite, 12, o Ministério da Defesa do Iraque informou que as forças de segurança mataram sete supostos rebeldes e detiveram outros 70 em várias operações militares.   Além disso, o Exército americano acrescentou o assalto à casa de um colaborador próximo ao clérigo xiita Muqtada Sadr, o xeque Fouad al-Tarfi, na cidade de Najaf, 170 quilômetros ao sul de Bagdá.   As tropas americanas acusam os seguidores de Sadr de lançar ataques contra suas unidades com sofisticados explosivos fornecidos pelo Irã. Segundo fontes de segurança iraquianas, no domingo, 12, foram achadas pelo menos 17 pessoas mortas em Bagdá com marcas de bala e sinais de tortura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.