Tribo iemenita sequestra dois turistas americanos para trocá-los por preso

Prática usada contra turistas estrangeiros em regiões tribais é comum no país

EFE

24 Maio 2010 | 12h45

SANA - Membros de uma tribo iemenita sequestraram nesta segunda-feira, 24, um casal de turistas americanos junto do tradutor e do motorista iemenitas que os acompanhavam e exigiram a libertação de um integrante da tribo em troca da libertação dos reféns.

 

Segundo fontes tribais, o sequestro ocorreu quando os turistas visitavam uma região arqueológica montanhosa, a 70 quilômetros ao oeste da capital iemenita.

 

Pertencentes ao clã dos Al-Sharda, os sequestradores pediram às autoridades a libertação de um de seus membros.

 

O integrante da tribo que eles pedem a libertação foi detido por causa de um conflito sobre a propriedade de terras na região.

 

É comum nesse país árabe o sequestro de turistas estrangeiros por tribos iemenitas para o posterior uso como garantia para a libertação de familiares.

Mais conteúdo sobre:
Iemêm sequestro EUA tribos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.