Tropas americanas matam líder da Al-Qaeda em Mossul

Abu Khalaf é um dos três supostos terroristas mortos no último dia 24 em um ataque contra a estrutura terrorista

Efe,

27 de junho de 2008 | 06h32

O líder da Al-Qaeda em Mossul, Abu Khalaf, morreu durante uma operação das tropas americanas no norte do Iraque, informou nesta sexta-feira, 27, o comando militar dos Estados Unidos no país árabe. Em comunicado, a cúpula militar indicou que Abu Khalaf é um dos três supostos terroristas mortos no último dia 24 em um ataque contra a estrutura da rede terrorista da Al-Qaeda. Além do líder local da Al-Qaeda, os soldados americanos mataram um homem e uma mulher que carregavam explosivos em seus corpos, em um prédio em Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá. As tropas conseguiram ainda capturar um dos colaboradores mais próximos do líder da Al-Qaeda - que não teve sua identidade revelada - e apreenderam mais de US$ 100 mil. Segundo a nota da cúpula militar, Abu Khalaf é responsável por coordenar e ordenar dezenas de ataques contra a população civil e as tropas iraquianas e americanas. O outro homem morto na operação, que carregava um cinturão de explosivos, foi identificado como Abu Kholoud, de origem síria e considerado um dos colaboradores próximos de Khalaf.

Mais conteúdo sobre:
Al-QaedaEUAIraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.