Tropas da Turquia deixam o norte do Iraque

Exército turco confirma que soldados saíram do país vizinho após alcançar alvos militares

Reuters e Associated Press,

29 de fevereiro de 2008 | 07h58

Todas as tropas da Turquia envolvidas em uma ofensiva contra rebeldes curdos dentro do norte iraquiano já voltaram a seu país, informou nesta sexta-feira, 29, o ministro das Relações Exteriores iraquiano, Hoshiyar Zebari.   O Estado-Maior do Exército turco confirmou em comunicado que suas tropas saíram do norte do Iraqueapós terem alcançado seus alvos militares.  "Saudamos a retirada, acreditamos que é a coisa certa para a Turquia fazer", disse o chanceler iraquiano, acrescentando que a saída ocorreu antes do amanhecer.   O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, e o presidente americano, George W. Bush, reiteraram na quinta-feira o pedido para que a Turquia para que finalizasse o mais rápido possível a incursão militar, perante o crescente temor que a incursão desestabilizasse o Iraque.   Os repórteres turcos na região testemunharam retorno de algumas unidades do Exército, e a entrada no Iraque de comboios de caminhões vazios, possivelmente para evacuar os soldados. Necati Ozgen, general reformado que comandou a maior operação no Iraque contra o PKK durante os anos 90, disse que nestes oito dias de operação foi "impossível ao Exército alcançar os objetivos aos quais se propunha no norte do Iraque".   A Turquia começou a incursão no norte do Iraque na semana passada contra os separatistas rebeldes do PKK, um grupo que luta pela autonomia para a predominantemente área curda do sudeste da Turquia. Os rebeldes têm realizado ataques contra a Turquia a partir de bases curdas no Iraque. Autoridades iraquianas dizem não apoiar o PKK, mas opõem-se à ação militar da Turquia.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueTurquiaPKK

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.