Tropas dos EUA matam vários supostos talibãs no Afeganistão

Este ano é o mais sangrento desde a queda do regime talibã, em 2001

EFE,

08 de dezembro de 2007 | 05h51

Vários supostos talibãs morreram numa operação das tropas americanas na província de Helmand, no sul do Afeganistão, anunciou neste domingo o comando dos Estados Unidos num comunicado. O Exército americano atacou com "armas de precisão" vários distritos, entre eles o de Moussa Qala, ontem, e matou "vários insurgentes", entre eles um líder talibã, segundo a nota. O comando militar dos EUA explicou que suas forças destruíram um edifício onde os insurgentes se escondiam e onde havia armazenada uma grande quantidade de explosivos. "Estamos desmontando a liderança talibã, suas infra-estruturas e suas redes de comunicações", afirma no comunicado um porta-voz do comando, Chris Belcher. Este ano é o mais sangrento desde a queda do regime talibã, em 2001, com mais de 5 mil mortes por causa da violência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.