Tropas israelenses matam em Jenin líder local do Fatah

Homem foi identificado como Mohammed Abu Shur, que tinha acabado de se juntar ao braço armado do movimento

Efe,

11 de outubro de 2007 | 06h34

Forças de segurança israelenses mataram nesta quinta-feira, 11, um líder local das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa e detiveram outro na cidade cisjordaniana de Jenin, informaram fontes médicas e da segurança palestinas. O homem foi identificado como Mohammed Abu Shur, que tinha acabado de se juntar ao braço armado do movimento nacionalista Fatah, onde atuava como líder local na clandestinidade, segundo as fontes da segurança. Durante a madrugada, membros da Polícia israelense de fronteiras detiveram o veículo no qual Abu Shur e outro ativista das Brigadas em Jenin viajavam. As tropas dispararam contra o primeiro, matando-o, e detiveram o segundo, Hillel Asadi. O Exército israelense disse que seus soldados dispararam "contra um terrorista que abriu fogo contra eles".

Tudo o que sabemos sobre:
FatahJeninIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.