Tropas sírias cercam subúrbio de Damasco após protestos

Segundo morador, água, eletricidade e telefones foram cortados em Harasta

REUTERS

20 de julho de 2011 | 10h44

AMà- Tropas leais ao governo cercaram na quarta-feira, 20, Harasta, um subúrbio de Damasco, segundo moradores, como parte de uma campanha militar que tem como alvo centros urbanos onde há protestos diários contra o presidente Bashar al Assad.

 

Veja também:

link Síria adverte embaixadores a não viajar sem permissão

link Síria usa apoio do Brasil para promover Assad

link Planalto recebeu enviado de Damasco

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

 

"Centenas de tropas da Quarta Divisão isolaram todos os doze acessos a Harasta. Eles estão usando trajes de combate, capacetes, cinturões de munição e portando rifles de assalto. A água, a eletricidade e os telefones foram cortados", disse à Reuters, por telefone, um morador desse subúrbio de tendência conservadora. Ele trabalha como engenheiro e conseguiu deixar Harasta.

A Quarta Divisão é comandada por um irmão de Assad.

É difícil verificar o relato de forma independente, pois o governo sírio expulsou do país a maioria dos jornalistas estrangeiros.

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAPROTESTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.