Turista americana é morta a facadas em Israel

Uma turista norte-americana foi esfaqueada e morta e outra mulher foi ferida quando realizavam uma caminhada em Israel, informou a polícia no domingo.

REUTERS

19 de dezembro de 2010 | 11h15

"Estamos examinando se foi um ataque nacionalista, mas outras possibilidades estão sendo examinadas também", afirmou o porta-voz da polícia Micky Rosenfeld, usando o termo de Israel para ataques por militantes palestinos.

Kaye Wilson, uma britânica que imigrou para Israel, disse que ela e Christine Logan, norte-americana que visitava o país, foram atacadas por dois homens que falavam árabe enquanto faziam uma caminhada numa área de bosques ao sul de Jerusalém no sábado.

Wilson disse à polícia que ela fingiu estar morta e conseguiu chegar a um estacionamento onde outras pessoas chamaram a polícia, que promoveu uma busca por Logan ao longo da noite. Seu corpo foi encontrado cedo no domingo.

A polícia identificou Logan como norte-americana, mas não forneceu mais detalhes. Wilson foi atendida em um hospital de Jerusalém por múltiplas feridas de faca.

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELTURISTAESFAQUEADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.