Turquia diz pressionará por troca de combustível com Irã

O ministro turco das Relações Exteriores, Ahmet Davutoglu, disse nesta terça-feira que Turquia e Brasil continuarão a pressionar por um acordo com o Irã para trocar parte de seu material nuclear, apesar de uma nova rodada de sanções da Organização das Nações Unidas ao Irã.

REUTERS

22 de junho de 2010 | 07h12

Potências ocidentais expressaram receio com o acordo mediado por Brasil e Turquia com o Irã para o envio ao exterior de 1.200 quilos de urânio de baixo enriquecimento em troca de combustível para um reator, e apoiaram uma quarta rodada de sanções neste mês.

Turquia e Brasil votaram contra a resolução. O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim, disse na segunda-feira que ainda tem esperança de que o acordo possa servir de base para novas negociações com Teerã.

(Reportagem de Daren Butler)

Tudo o que sabemos sobre:
IRATURQUIABR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.