Turquia e Irã coordenaram ataques contra PKK no Iraque

General turco afirma que Ancara e Teerã pretendem lançam mais operações conjuntas contra rebeldes curdos

Agência Estado e Associated Press,

05 de junho de 2008 | 08h45

A Turquia e o Irã estão promovendo ações militares coordenadas contra bases rebeldes curdas no norte do Iraque, confirmou nesta quinta-feira, 5, o general Ilker Basbug, comandante das forças terrestres turcas. Numa entrevista concedida à emissora de televisão CNN Turca, Basbug informou que os dois países estão compartilhando informações secretas e planejam promover novos ataques coordenados no futuro contra o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, por suas iniciais em curdo) e contra o Pejak, braço iraniano do PKK. "Estamos compartilhando informações com o Irã, estamos conversando, estamos coordenado", declarou o general turco durante uma conversa com jornalistas ao sair de uma reunião durante uma conferência sobre segurança em Istambul. "Quando eles iniciam uma operação, nós também o fazemos", prosseguiu o general. "Eles promovem uma operação pelo lado iraniano da fronteira e nós, pelo turco", explicou o comandante militar. O general foi citado dizendo que nenhuma ação coordenada aconteceu nos últimos dois meses, mas haverá mais cooperação caso seja necessário. "Nós não fizemos nada nos últimos um ou dois meses, mas podemos voltar a fazer", declarou. A reportagem da CNN Turca não menciona detalhes referentes a ataques e alvos. Os rebeldes curdos pegaram em armas em 1984 para reivindicar a independência dos 12 milhões de curdos que vivem na Turquia e, desde então, mais de 35 mil pessoas morreram em combates entre o Exército e o PKK. Após a captura de seu líder Abdullah Ocalan, em 1999, o PKK declarou uma trégua unilateral não reconhecida pelo Estado turco, e que rompeu em 2006 com novos atentados.

Tudo o que sabemos sobre:
PKKIraqueTurquiaIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.