AFP
AFP

Último reduto rebelde em Goutha, perto de Damasco, é bombardeado

Os novos bombardeios acontecem horas depois que algumas ONGs denunciaram um ataque químico que deixou várias vítimas

EFE

08 Abril 2018 | 07h12

CAIRO - Os bombardeios na cidade de Duma, o último reduto rebelde na região de Goutha Oriental, nos arredores de Damasco, foi retomado neste domingo, 8, depois de uma breve pausa, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os ataques aéreos foram interrompidos durante um intervalo de perto de duas horas, segundo a ONG, coincidindo com o reinício das negociações entre Rússia, que apoia o presidente sírio, Bashar al Assad, e o grupo islamita Exército do Islã, que controla Duma.

+++ Ataque do governo sírio mata ao menos 40 pessoas

De madrugada também aconteceram bombardeios e ataques com mísseis e dezenas de projéteis de artilharia contra esta cidade, a mais povoada da periferia da capital do país.

Os novos bombardeios acontecem horas depois que algumas ONGs denunciaram que um ataque químico ontem em Duma tinha causado várias vítimas, entre elas mulheres e crianças. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.