Uma criança morre e duas ficam feridas em ataque em Bagdá

O projétil caiu em uma casa situada nas proximidades de uma base conjunta de forças iraquianas e americanas

EFE,

16 de maio de 2009 | 07h04

Uma criança morreu neste sábdo e outras duas ficaram feridos pelo impacto de um morteiro em uma casa em Bagdá, informou à Agência Efe uma fonte do Ministério do Interior do Iraque.

 

Segundo a fonte, o projétil, lançado por desconhecidos, caiu em uma casa situada nas proximidades de uma base conjunta de forças iraquianas e americanas, no distrito de maioria xiita de Cidade de

Sadr, no leste de Bagdá.

 

Além disso, a fonte acrescentou que um miliciano pró governamental sunita sofreu ferimentos em um ataque lançado ontem à noite na cidade de Al Meqdadiya, na província de Diyala, ao nordeste da capital iraquiana.

 

Em um fato separado, na localidade de Mendali, também situada em Diyala, uma criança e seu pai ficaram feridos pela explosão de uma bomba perto de sua casa.

 

A violência persiste na província de Diyala apesar da campanha militar que entrou em vigor no começo deste mês e que constitui a segunda fase da operação "Boas Novas", que começou no ano passado.

 

Na ofensiva atual participam 40 mil soldados iraquianos e membros dos chamados Conselhos de Salvação, compostos por tribos sunitas que atuam com o apoio das tropas americanas.

 

A província de Diyala, junto à de Ninawa, constituem os últimos redutos da organização terrorista da Al Qaeda no Iraque.

Tudo o que sabemos sobre:
ATAQUEBAGDÁ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.