Velejadores detido no Irã voltam à Grã-Bretanha

Quatro velejadores chegaram na sexta-feira à Grã-Bretanha depois de passarem uma semana presos por invadirem as águas territoriais do Irã. Uma porta-voz da equipe de regatas da qual eles participam disse que Luke Porter, Oliver Smith, Sam Usher e Oliver Young chegaram por volta de 7h (5h em Brasília) ao aeroporto de Heathrow, em Londres, procedentes de Dubai.

REUTERS

04 de dezembro de 2009 | 10h35

O grupo foi solto na quarta-feira, junto com o jornalista britânico David Bloomer, que vive no Barein e acompanhava os velejadores até a regata que disputariam em Dubai.

A libertação deles evitou mais um atrito diplomático entre Londres e Teerã, o que se somaria à disputa em torno do programa nuclear iraniano.

A Grã-Bretanha salientou que os presos eram civis, e o Irã concluiu que eles entraram por engano nas águas territoriais do país, em 25 de novembro, depois de sofrer uma avaria no motor.

Smith, comandante da embarcação, disse a jornalistas em Dubai que o grupo foi bem tratado durante a detenção.

(Reportagem de Tim Castle)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAVELEJADORESSOLTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.