Violência na região Israel-Gaza mata dez pessoas

Equatoriano voluntário de um dos kibutz é morto por um atirador palestino ligado ao Hamas

NIDAL AL-MUGHRABI, REUTERS

15 de janeiro de 2008 | 07h58

Forças israelenses mataram nesta terça-feira nove palestinos, sendo seis deles armados, durante incursões na Faixa de Gaza. E em uma fazenda na fronteira israelense com o território, um atirador palestino matou um agricultor equatoriano. Uma porta-voz do Exército de Israel confirmou que soldados estavam envolvidos em ações contra a "infra-estrutura do terror" no norte da Faixa de Gaza e que homens armados haviam sido baleados. Israel retirou tropas e colonos da Faixa de Gaza em 2005, mas frequentemente lança operações contra militantes no território controlado pelo grupo Hamas para tentar impedir ataques de foguetes contra seu território. No kibutz Ein Hashlosha, próximo à região, um agricultor identificado por Israel como um equatoriano de 20 anos foi morto por um atirador palestino, disse o chefe de segurança da comunidade à Rádio Israel. O braço armado do Hamas assumiu responsabilidade pela morte dele.

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDVIOLENCIAGAZA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.