Violência no Iraque mata pelo menos 87.215 desde 2005

Cálculo do governo iraquiano não considera os milhares de desaparecidos sem notificação oficial

Associated Press e Reuters,

23 de abril de 2009 | 14h04

Um cálculo do governo iraquiano, obtido pela agência Associated Press nesta quinta-feira, 23, indica que pelo menos 87.215 pessoas morreram por causa da violência no Iraque desde 2005.

 

Um estudo realizado pela AP aponta que o total de mortos iraquianos na guerra supera os 110 mil. A cifra se baseia no cálculo do governo e na recontagem de vítimas de anos anteriores, provenientes de fontes médicas e relatos da imprensa.

 

Um funcionário do governo revelou a projeção, sob condição de anonimato. Nesta conta não estão os milhares de desaparecidos, entre eles os civis que sumiram no caos da guerra, sem notificação oficial.

 

A violência através do Iraque diminuiu drasticamente no último ano, mas grupos insurgentes como a Al-Qaeda ainda promovem ataques frequentes. Militantes suicidas estão geralmente associados ao grupo insurgente. Alguns esperam que a violência aumente com o posicionamento de grupos políticos e armados rivais diante da eleição nacional marcada para o final do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.